Post Aleatório . 01-07-2008

Pobrema ou Poblema?

Uma vez ouvi uma entrevista com um escritor que curto, onde ele contava que anda bastante de ônibus por São Paulo, e sempre repara nas conversas das pessoas. Um dia desses, ouvia duas mulheres conversando, e pescou no ar uma discussão mais que absurda: Problema e Pobrema significam a mesma coisa?...

+ Leia na íntegra

CDs e DVDs descartados

Categorias: Música

Tags:

Postado por Lux em: 25-02-2016

0

Decidi hoje fazer uma limpeza bem chatinha – ler um a um vários CDs e DVDs que tenho aqui, e guardar somente o que for realmente útil.

Começo pelos de música, por alguns motivos simples:

  • Tenho backups das músicas em MP3
  • Basta saber a ordem e a seleção das músicas – essa é a memória importante
  • Em alguns casos, há “arte” nos CDs. Bora capturar :)

Músicas incoerentes

Categorias: Música

Postado por Lux em: 25-05-2015

0

Em geral a melodia, o clima que a música cria, tem tudo a ver com o conteúdo da mesma. Adoro ler as letras. Só que, em alguns casos, o que a gente espera ver de letra não tem nada a ver com a realidade.

Vamos às músicas:

Evil’s Toy – Organics (Slowmotion Mix)
Expectativa: Alguma coisa sobre evolução / paixão pelo futuro (no feeling cyberpunk)
Realidade: Tráfico de órgãos
Clique aqui para ler a letra.

Wumpscut – Is It You
Expectativa: Uma música de amor
Realidade: Encontro com um morto
Clique aqui para ler a letra.

And One – Killing the Mercy
Expectativa: Encontros / desencontros em relacionamentos
Realidade: Fala mesmo de um fim de relacionamento, mas aludindo a uma execução
Clique aqui para ler a letra.

Tenho certeza que lembrarei de outras músicas depois. Atualizo conforme isso acontecer.

Gangsta’s Paradise – Versão Anos 20

Categorias: Música

Tags: , , , , ,

Postado por Lux em: 31-03-2015

0

Adoro a música original e, sinceramente, duvidei que uma versão poderia manter a mesma energia. No final de contas, gostei. Continua com a mesma energia e a mesma revolta, só com um toque mais sexy.

Por outro lado, seguindo links no YouTube, vi que esse mesmo pessoal conseguiu tirar todo o amor de Careless Whispers. Como assim?! Adorei a versão do Coolio, mas parei por aqui. Só continuo no estilo sob recomendação :)

SÉRIE#1002 – Marco Polo S01

Categorias: Séries

Tags:

Postado por Lux em: 29-01-2015

0

Screen Shot 2015-01-29 at 5.41.05 PM★★★☆☆

Mais uma série original do Netflix – fala sobre as aventuras de Marco Polo na Mongólia e China. Comecei a assistir simplesmente porque tenho gostado muito das produções do Netflix, e logo de cara me apaixonei. Os dois primeiros terços da série são incríveis – fiquei extremamente provocada e curiosa sobre o que da história poderia ser real – dado que já sabemos de antemão que muito é obviamente inventado e floreado para a TV.

Descobri, em pesquisas posteriores, que o buraco é mais embaixo – desde a época de Marco Polo até hoje, muitos duvidam que ele sequer tenha ido à China – resumindo a coisa toda, o grande feito de Marco Polo teria sido uma pioneira longa viagem a China, que resultou em um livro – livro este que inspirou diversos outros exploradores a viajarem e desbravarem novos territórios, abrindo novas rotas de comércio.

Aparentemente, o livro tem várias incoerências (não li e não posso confirmar): não fala da muralha da China, não fala de pólvora, de mulheres de pés atados… E, assim, muitos duvidam que ele tenha de fato ido até lá. Isso me parece algo como “o homem não foi à lua, foi uma encenação no deserto”. Talvez ele não tenha ido, de que importa? Muitos depois dele puderam viajar através de suas palavras, isso me basta.

Voltando à série (spoiler alert!) – aqui sim temos todos os elementos polêmicos – mulheres de pés atados, pólvora… Completaram as lacunas totalmente. Mesmo assim, é interessantíssimo – do primeiro episódio onde o pai dele o abandona na Mongólia, às batalhas dos Mongóis do final da temporada, muito me deixou curiosa. Adorei.

…até que… (spoiler alert 2.0) Marco Polo aprende a lutar, entra em um caça, derruba a nave mãe dos alienígenas e salva a terra (aka EUA)!

Ooops, errei! Isso foi em Independence Day! Mas o feeling é o mesmo – o gringo que chega arrasando nas paradas e domina a bagaça toda – no caso, construindo “de memória” trebuchets (como traduz isso?) e garantindo a queda de uma muralha, e depois salvando a vida do príncipe traíra que conspirara contra ele a temporada toda.

Bah, que saco. Imaginar que um mercador poderia ser também um bom guerreiro é aceitável, dado que mercadores viajavam por anos, muitas vezes a pé e enfrentavam todo tipo de inimigos – mas até daí imaginar que ele será o master-blaster-dominador-do-chi-do-universo é forçar a barra demais (porque lembrem-se, tem China no meio, portanto tem artes marciais – Kung Fu – na série). Prefiro imaginar esses caras (esses mercador tudo aí do passado) como espertos, aproveitadores das melhores oportunidades e, na maior parte dos casos, alguém que se coloca atrás da infantaria, de preferência dezenas de quilômetros atrás, não à frente com uma espada na mão.

Assim, passei de amor (4 ou 5 estrelas) pra meras 3 estrelas, no final da série.

Diz que terá segunda temporada. Pode apostar que vou assistir. Será um Guilty Pleasure?

The Fall – Temporada nova no ar (S02)!

Categorias: Séries

Tags: , ,

Postado por Lux em: 29-01-2015

0

Screen Shot 2015-01-29 at 5.37.40 PM

Já está disponível no Netflix Brasil a nova temporada de The Fall! Programa pro fim de semana :)

SÉRIE#1001 – Sherlock S01, S02 e S03

Categorias: Séries

Tags: , ,

Postado por Lux em: 29-01-2015

0

Screen Shot 2015-01-29 at 5.27.52 PM★★★★☆

Não é a toa que Benedict Cumberbatch está na moda. A série Sherlock, da BBC, veio para coroar esse hómi como um dos esquisitos-nerd-style-mas-ao-mesmo-tempo-alto-e-com-cara-de-classe-alta mais desejados do momento. Caiu muito bem no personagem.

A série é genial – são 3 temporadas, com 3 episódios de ~1:30h cada, mais alguns behind the scenes. 4a temporada programada para breve. Tudo é brilhante, interessante e, mesmo quando não nos surpreendem (conseguimos adivinhar o desfecho), ainda é uma delícia ver a história chegar lá. Vários personagens são bacanas, o próprio Watson é demais.

Só vá preparado para aquela mesma novela que temos em house e afins: o personagem principal é arrogante e prepotente. Aparentemente, ser gênio, hoje em dia, implica em ser babaca. Vamos então remover isso da fórmula (já que é esperado) e curtir o restante.

Sem mais, assistam.

Disponível no Netflix Brasil.

FILME#1010 – O Guerreiro Genghis Khan / Mongol – The Rise of Genghis Khan

Categorias: Filmes

Postado por Lux em: 28-01-2015

0

Screen Shot 2015-01-28 at 7.17.51 PM★★★☆☆

Como assisti recentemente à série Marco Polo, do Netflix, que fala de forma extremamente romantizada das aventuras de Marco Polo na Mongólia e China, fiquei interessada pelo assunto e decidi ver mais.

Se o intuito de Mongol é contar um pouco mais da história e dos costumes da época/região, e não ser um bom filme, diria que cumpre bem o seu papel. Dá pra ver um pouco do que se comia, vestia, falava, hábitos, etc etc etc.

Maaas, no quesito “filme”… Vamos ver se consigo resumir: (spoiler alert!) metade do filme mostra como ele foi prisioneiro de várias pessoas e teve de fugir / lutar pela própria vida/pedir ajuda aos céus. Depois, mostra como ele se envolve em duas batalhas (e as ganha) – em cada um delas, há um elemento diferente, especial:

Na primeira, resgatando sua esposa – ele é inteligente pois nota o movimento oculto do inimigo, captura um e usa sua máscara para invadir a aldeia disfarçado. Pronto, o resto é pancadaria.

Na segunda, ele monta uma trincheira no topo de uma montanha, ganhando uma vantagem competitiva a lutar em campo aberto e consegue com isso salvar as famílias dos guerreiros (o costume na época seria largá-los para trás, seriam mortos).

E… tchã nã nã nã… Khan!

Sim, enrola, enrola, faz preâmbulo, enrola, tchan, Khan.

Do nada, ele vira Khan e acabou o filme.

Hã? É.

Ainda curti, pois acho legal coisas dessa época e região. Fora isso, não recomendo. Não mostra outras grandes estratégias, táticas… Parece que ele virou Khan porque o deus do qual era devoto fez chover na hora certa, durante a batalha. Só falta dizer que ele nasceu do suvaco, como Siddhartha.

FILME#1009 – O Hobbit – A Batalha dos Cinco Exércitos / The Hobbit – The Battle of the Five Armies

Categorias: Filmes

Postado por Lux em: 28-01-2015

0

Screen Shot 2015-01-28 at 6.31.33 PM★★★☆☆

Não é preciso de muito esforço mental pra entender porque o terceiro filme do Hobbit não é um filme incrível – vocês leram o original? Se não, ao menos pegaram o livro na mão? Caso não tenham feito isso, eu recomendo. É um livrinho! Pequeno, fácil de ler, para crianças.

Pensem comigo:

3 livros consideravelmente densos do Senhor dos Anéis. 3 filmes longos.
1 livrinho do Hobbit. 3 filmes longos.

A causa de qualquer tédio que você possa sentir é essa – deveriam ter feito um filme, teria sido incrível.

No mais, eventos importantes e interessantes acontecem, a história se conclui e você chora um pouquinho de saudades do Senhor dos Anéis. Por isso, assista o terceiro Hobbit – viva a saga até o final (ooops, começo, afinal o Hobbit é como “Lord of the Rings Origin“). Ao menos foi escrito pelo autor original mesmo, não inventado só pra parir um filme extra.

Só não curti que (spoiler alert!) acabaram com o Smaug assim, ó (visualize uma mão estalando os dedos). Se era pra matarem o bicho tão rápido, que fizessem isso no segundo filme.

(cá entre nós, o final é xôxo ao extremo)

…e agora a dúvida que fica é: vão ter coragem de filmar o Silmarillion? Rsrsrs. Alguém aí aposta algo? Eu aposto que os caras não querem. É missão impossível. Mas dado o potencial $$$$$$$, talvez façam. Veremos.

FILME#1008 – Map to the Stars

Categorias: Filmes

Postado por Lux em: 28-01-2015

0

Screen Shot 2015-01-28 at 6.20.54 PM★★★☆☆

Pra mim, Mapa para as Estrelas é um remake de Crash: No Limite, com personagens mais podres e óbvios.

Sem mais.

FILME#1007 – O Predestinado / Predestination

Categorias: Filmes

Tags: , , ,

Postado por Lux em: 28-01-2015

0

Screen Shot 2015-01-28 at 6.06.56 PM★★★☆☆

O Predestinado é mais uma ficção científica/viagem no tempo de sabor chuchu – é tudo legal mas parece que você já viu tudo antes. E nesse clima de zero novidades, (spoiler alert!) os caras confiam que a revelação absurdamente inesperada (hã?) de que ele é filho dele mesmo e o assassino de si próprio vai ser surpreendente o suficiente pra fazer você proferir um palavrão intensificador de prazer.

Óóóóó meu cérebro deu nó!!! #SQN

Caralho, que puta filme! #SQN

I see dead people! (foi o que pensei quando terminou o filme)

De toda forma, o filme é bacaninha. Não é total perda de tempo.