Post Aleatório . 25-05-2009

Menina Maisa e a solução das novelas mexicanas

Muitos anos atrás, decidi me iniciar no mundo das novelas mexicanas. Assisti parte do trio “Maria”, com aquela Thalia. Maria do Bairro, Maria Mercedes, e Maria alguma-outra-coisa-que-não-consigo-me-lembrar. Pra completar, assisti tb parte de uma novela nacional à la mexicana: Pérola Negra...

+ Leia na íntegra

Print-o-matic

Categorias: Fotos, Papagaios, Projetos pessoais, Web Design

Postado por Lux em: 12-11-2014

0

Há 1 ano, mais ou menos, comprei uma impressora com tanque de tinta. Imprimi alguns calendários de presente, mas só agora tomei vergonha na cara e comecei a imprimir/organizar minhas fotos.

Estou me divertindo horrores, tenho tudo no Flickr e vejo os albuns de tempos em tempos… mas não tem jeito, minha alma de artista GRÁFICA (sim, gráfica no sentido de IMPRESSOS) faz o coração palpitar mais, quando de frente a uma linda impressão acetinada :)

2014-11-12 08.17.02

Lo dia de los muertos

Categorias: Mecânica, Projetos pessoais

Tags: , , , ,

Postado por Lux em: 10-11-2014

0

Pra quem estava ansioso pelo próximo capítulo, finalmente tiramos o cabeçote. Está lindo, praticamente um Petuti. Só que um Petuti lambuzado de um lodo misterioso e muita, muita oxidação.

Mais fotos aqui.

Próximo passo: limpeza e retífica. Agora vou colocar nas mãos de um profissional.

Ah, e se alguém estiver a fim de dar uma de professor Pardal, pode ir lá coletar amostras do fluido com esse gel/sais, adoraria saber que raios misturou no fluido de arrefecimento pra virar essa m**** toda.

10256843_852861108079823_6682675883475544797_o

10750447_852861111413156_4789454723366073569_o

A primeira vez a gente nunca esquece

Categorias: Work

Tags: , , , , , , , , ,

Postado por Lux em: 26-06-2013

0

Nosso primeiro aplicativo mobile ESTÁ NO AR!

Convido a todos que tem celulares Android a baixar: Aplicativo Mapafestação no Google Play

Mapafestação

Foto Remix – Photoshop, Moiré, Coruja e outros bichos

Categorias: Coisas afins, Coisas da minha cabeça

Tags: , , , , , , , , ,

Postado por Lux em: 23-05-2012

1

Hoje um amigo postou, em uma rede social, uma linda imagem de uma coruja, compartilhada originalmente na página “O Bosque de Berkana“. Estou acostumada a ver “reposts” deles, pois realmente publicam imagens lindíssimas. Ok, costumam vir com mensagens que, muitas vezes, são meros blablablas de autoajuda… Mas podemos ignorar esta parte e focar somente nas imagens, certo?

Pois bem. Gostei tanto da tal coruja, que decidi pesquisar o trabalho do fotógrafo original. No processo, descobri uma coisa mais que exótica: as imagens da página “O Bosque de Berkana” são quase todas tratadas! Tratadas por que, para que, aí eu não sei… Vejam o exemplo da coruja que me encantou, em pleno vôo:

Caso você não tenha conseguido notar a diferença, recomendo dar uma passada rápida no oftalmologista. Mas, enquanto isto não acontece, coloquei uma imagem sobre a outra, aí não tem como não notar o uso desnecessário de Photoshop:

Não vou dar uma de purista, e dizer que o trabalho de um artista jamais deve ser alterado por terceiros. Pode e deve… Eu mesma costumava fazer inúmeras montagens, wallpapers… Photoshop pra que te quero! Se músicos podem fazer remixes, porque nós, designers, não poderíamos?

Tive um professor que batia muito em uma tecla – uma regra geral para qualquer trabalho visual / design: se você pretende deixar os objetos desalinhados entre si, deixe eles REALMENTE desalinhados. Deixá-los mais ou menos alinhados é o mesmo que fazer um trabalho meia-boca, amador… É algo mal resolvido, mal feito.

Esta regra pode ser aplicada para quase tudo: tratamento de cor, alinhamento, tipos de letras em um documento… Ou siga um padrão formal, ou ouse realmente. Não ouse pela metade!

…Transpondo esta lógica para a foto da coruja, penso que se eles queriam tratar a foto, poderiam ter feito algo mais trabalhado, com máscara pra diferenciar a coruja do fundo… Enfim, seria legal se tivessem feito algo mais interessante. A versão deles é tão próxima da original, que nem deveria existir!

Mas suponho porque isto aconteceu: quando temos o hábito de tratar fotos, tudo que publicamos e usamos em nossos trabalhos acaba sendo alterado um pouquinho. Falando em “photoshopês”: pode ser só um pouquinho de “hue/saturation”, ou uma mexida suave nos “levels”… Mas temos de fazer. É um péssimo hábito, muitas vezes o certo é deixar estar. Ainda mais se o tratamento estiver sendo feito em uma foto para impressão offset. Múltiplos “stretches”, alterações nos “levels”, etc… Podem causar consequências inesperadas, como moirés. Mas claro, a maioria das pessoas nem sabe o que é isso : )

Ok, estou sendo chata.

Sou chata. : )

Fico feliz que não tenham tirado a marca d’água com o nome do fotógrafo, pois ela me levou ao site dele: http://www.photodom.com/member/jjbeggar.

Recomendo acessar, há diversas outras fotos de pássaros em pleno vôo. Lindíssimas!

2011.11.04 – SmartGeo day #1

Categorias: Work

Tags:

Postado por Lux em: 04-11-2011

0

Autocom quase acabando

Categorias: Work

Tags: ,

Postado por Lux em: 09-06-2011

0

image

Depois de uma feira de sucesso conquistada com muito suor, estou quase indo pra casa tirar meu day off pra recarregar as baterias.

Web design da era da pedra

Categorias: Coisas afins, Web Design

Postado por Lux em: 21-12-2010

0

Eu sou old school em quase tudo – inclusive na construção de sites. Aprendi há muito tempo que o legal mesmo é criar sites completamente baseados em tabelas, caixinha dentro de caixinha. Ao longo dos anos masterizei a produção de sites e e-mails, de forma que me considero uma quase-expert no assunto.

Daí que parei de desenvolver sites, passei a ter equipes responsáveis por isto. Como gerente, os anos passaram, e eu virei uma mulher-da-era-da-pedra em termos de desenvolvimento de sites. Conheço todos os conceitos do desenvolvimento tableless, porém não conseguiria fazer sozinha. Time to change.

Hoje tenho um novo desafio, construir o site novo de um cliente que adoro. Decidi que, apesar de funcionar perfeitamente, e até homologar em sites de web standards, não vou criá-lo em HTML puro, e sim em CSS como há de ser.

Li meu primeiro tutorial hoje, e o resultado foi perfeito. Recomendo:

http://www.subcide.com/articles/creating-a-css-layout-from-scratch/P1/

Recomendo este outro também:

http://css.maxdesign.com.au/floatutorial/index.htm

…já aviso que ambos são completamente “for dummies”.

Meu primeiro tutorial de CSS deu certo : )

Acabaram as férias

Categorias: Work

Tags: , , , ,

Postado por Lux em: 02-08-2010

0

Férias de 1 semana basta para alguém workaholic como eu. Já comecei a atualizar meu currículo, que nesta versão terá tag cloud e timeline em gráfico de gantt.

Um pouco de tudo que está envolvido na minha experiência profissional como Gerente de Projetos

Um pouco de tudo que está envolvido na minha experiência profissional como Gerente de Projetos

Já que umas das principais ferramentas de trabalho é o Microsoft Project, decidi montar a timeline da minha experiência profissional como um projeto e salvar o gráfico de gantt. Fica bem mais visual pra entender toda a trajetória.

Já que umas das principais ferramentas de trabalho é o Microsoft Project, decidi montar a timeline da minha experiência profissional como um projeto e salvar o gráfico de gantt. Fica bem mais visual pra entender toda a trajetória.

Dica de site: Multicolor Search Lab

Categorias: Bookmarks, Coisas afins

Tags: , , ,

Postado por Lux em: 30-07-2010

0

Se você é designer já tentou buscar imagens por uma cor específica. O chato é que sites como Getty Images, Shutterstock, Fotolia, etc. não têm um sistema inteligente de busca que retorne a cor exata que você quer. Vermelho, laranja, azul, ok. Mas um verde específico não. Só verde em geral.

Agora ao menos no Flickr já temos uma opção: http://labs.ideeinc.com/multicolr

(note que é possível selecionar diversas cores!)

via CHMKT

Dica de site: Wordle

Categorias: Bookmarks, Coisas afins

Tags: , , , , ,

Postado por Lux em: 30-07-2010

0

Ferramenta legal pra designers e planners, cria tag clouds diferenciadas com base em seu texto.

http://www.wordle.net/

via CHMKT